Como preparar um bom café?



Marília Zanelato

@mariliaszanelato

Hoje iniciamos aqui nesta seção dentro do portal Bon Vivant uma nova etapa. Vamos falar dos principais métodos de extração de café. Desde os mais antigos, até os mais modernos. Para começar, escolhi o meu método favorito, a Chemex.

O Chemex foi criada em 1941 pelo alemão Peter Schlumbohm, e é considerado um ícone do design de todos os tempos. Sua importância é tão grande que alguns dos maiores museus de arte e design do mundo (como o MoMA, por exemplo) mantêm O Chemex como parte de seu acervo permanente. Esse método é um dos meus favoritos por produzir um café particularmente limpo, ou seja, sem resíduos na xícara. Também é uma característica da Chemex possibilitar extrações que favorecem os sabores e aromas mais delicados dos cafés, como os florais e frutados.


Sua estrutura é pensada para produzir um excelente café. O sulco (canaleta), por onde se serve a bebida, também serve para a evaporação dos gases durante o preparo. O formato em ampulheta e afunilado ao meio auxilia para controlar a temperatura e serve como encaixe para o filtro. O colar de madeira não é só para embelezar, ele é formado por duas peças e funciona como isolante para pegar a jarra ao se servir o café, sem queimar as mãos.

O filtro do Chemex, de formato exclusivo, é produzido com um papel especial, cerca de 30% mais grosso que o tradicional, resultando em uma bebida bastante limpa, sem resíduos, nem excesso de óleos. São três tamanhos de Chemex: 3 xícaras, 6 xícaras e 8 xícaras.

Considerado como o método mais charmoso de todos, está presente na categoria pour over – quando a água é despejada sobre o café! É o tradicional café coado realizado de forma diferente!

DICA DE PREPARO

PASSO 1:

Coloque água para ferver. Enquanto a água está aquecendo, moa o café. Após atingir o ponto de fervura desligue o fogo e aguarde 20 segundos para a água atingir a temperatura de 95°C;

PASSO 2:

Abra o filtro Chemex e coloque-o no seu Chemex, garantindo que a porção de dobra tripla esteja virada para o bico de vazamento. Escalde o filtro de papel, pré-aquecendo o Chemex, depois descarte a água;

PASSO 3:

Despeje o café moído no filtro e dê um agitado suave para igualar o café e permitir uma infusão mais uniforme;

PASSO 4:

Despeje o café moído no filtro do Chemex de maneira uniforme. Despeje suavemente um pouco da água aquecida em zigue-zague até cobrir todo o café moído. Acione o cronômetro e aguarde por 20 a 30 segundos até o mesmo florescer(1) ;

PASSO 5:

Despeje a água restante de forma contínua, uniforme e circular no Chemex, movendo-se para dentro e para fora, em um movimento cíclico no sentido horário. Tenha cuidado para não derramar a água diretamente no filtro em qualquer ponto e tente manter um volume constante de água ao longo de todo o processo;

PASSO 6:

Depois que o café escorrer totalmente, cerca de 4 minutos, você verá uma cama de café uniforme em direção ao fundo do cone. Descarte o filtro com a borra de café;

PASSO 7:

Segurando firme na alça de madeira, no funil da jarra, gire lentamente o café extraído no Chemex para homogeneizar a bebida. Sirva na xícara da própria jarra e boa degustação.

(1) DICA BLOOMING: Esse processo de pré-infusão é importante para o café florescer, liberando gases, e para umedecer todo o pó. Aproveite o aroma maravilhoso que se desprenderá nesse processo. Veja como o café é vivo a ponto de inchar e desinchar. Esse processo é também conhecido como “blooming”.

Fontes:

https://www.urbecafe.com.br/

https://flavors.com.br/a-flavors/

https://www.chemexcoffeemaker.com/


Crédito da foto: Geórgia Thomé.

Endereço

Rua Adão Mambrini, 58

Flores da Cunha, RS

CEP 95270-000

Entre em Contato

54 9 8117 0211 (whats)

portal@bonvivant.com.br

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
Atendimento

Segunda a Sexta:

9h - 18h