Vinícola Campestre: enoturismo nos Campos de Cima da Serra do RS



Andréia Debon - @andreiadebon


Com cuidados e algumas restrições, o turismo vai sendo retomado em diversas partes do mundo. E o segmento do turismo do vinho tem chamado muito a atenção, e não somente na Serra Gaúcha, mas em outras regiões vitivinícolas pelo Brasil.

Nos Campos de Cima da Serra do Rio Grande do Sul, uma vinícola imponente chama atenção. Localizada em Vacaria, a Vinícola Campestre está com um projeto de enoturismo de tirar o fôlego. Visitei a vinícola recentemente e confesso que foi um dos projetos mais incríveis que vi aqui no Brasil. E eles estão fazendo grandes investimentos para quando chegar a primavera o turista se encantar ainda mais pelo espaço.


O complexo da Vinícola Campestre começou a ser construído em 2015, logo após a área de 84 hectares ser adquirida pela família Zanotto – antes a propriedade pertencia ao Frigorífico Friva.

A propriedade é inspirada em vinícolas da Europa, especialmente da Toscana. Além da grande área construída, que possui diversos ambientes, nos quais pode-se organizar desde pequenas reuniões até festas para 400 pessoas, a Campestre possui uma área ampla para caminhadas entre os vinhedos.


Por todos os lados, a oportunidade de viver uma experiência diferente, observando a natureza, os animais, um belo lago, além de objetos e obras que valorizam a arte e a cultura.

Em um belo terraço, com vista para o vinhedo, é possível apreciar tábuas de frios e brusquetas, harmonizados com vinhos e espumantes da marca Zanotto e Nova Morada.


TOUR COMPLETO

A visita completa inclui um passeio de até duas horas e meia pelas instalações da Vinícola Campestre, com degustação de vinhos. Ocorre todos os dias.

Horário: Segunda a sexta, das 9h30 às 14h30 / Feriados e finais de semana, às 9h30, 13h30 e 15h30.