Gosta de Chadonnay com passagem por barrica? Confira três vinhos imperdíveis

September 30, 2019

 

 

Você gosta de vinhos brancos com passagem por madeira? Essa escolha é bem pessoal, já que muitos consumidores preferem o vinho sem nenhuma interferência. Mas há determinados vinhos que ficam muito melhores depois de passar por barricas de carvalho. É o caso dos três vinhos que indicamos abaixo. Eles foram os três Chadonnay brasileiros mais pontuados pelo guia de vinhos da Bon Vivant cujo tema era Vinhos Barricados.  Confira abaixo. Leia o guia completo dos vinhos com passagem por madeira no link https://simplebooklet.com/vinhoembarricas#page=0

 

 

 

Gran Leopoldina D.O.

Variedade: Chardonnay

Safra: 2018

Amadurecimento por 10 meses em barricas de carvalho francês e carvalho romeno

Elaborado pela Casa Valduga, localizada no Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves, RS.

Preço: R$129,90

Onde comprar: https://loja.famigliavalduga.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Armando Memória

Variedade: Chardonnay

Safra: 2018

Elaborado com uvas de vinhedos próprios da Peterlongo, em Encruzilhada do Sul.

Amadureceu por 6 meses em barrica de carvalho francês

Elaborado pela Vinícola Armando Peterlongo, localizada em Garibaldi, na Serra Gaúcha.

Preço: R$ 66,50

Onde comprar: https://loja.peterlongo.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dedicato Monte Paschoal

Variedade: Chardonnay

Safra: 2014

6 meses a 1 ano de amadurecimento em barris de carvalho francês

Elaborado pela Basso Vinhos e Espumante, localizada em Farroupilha, RS

Preço médio: R$ 60

Onde comprar: http://www.montepaschoal.com.br/representantes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Saiba mais

 

 A influência da madeira no vinho é um tema interessante.  E quando se fala em madeira logo lembramos do Carvalho - 90% da madeira utilizada no vinho é essa, sendo que a francesa é a dominante - mas há outros tipos utilizados na vinicultura, como a Cerejeira e a Acácia, por exemplo, como explica Rodrigo Perez Nambrard, responsável comercial para o mercado Brasil da Seguin Moreau, uma das maiores tonelarias do mundo (a empresa está presente em todas as regiões vinícolas do mundo e atende a 4500 clientes. São 75 mil barricas fabricadas por ano em três locais de produção: França, em Cognac e Borgonha, e nos Estados Unidos em Napa). É que o Carvalho é o tipo de madeira mais utilizado por enólogos do mundo inteiro. Isso porque apresenta traços aromáticos suaves, o que acaba enaltecendo as qualidades do vinho. A utilização de barricas de madeira durante o processo de elaboração pode ocorrer tanto durante as fermentações alcoólica e malolática ou processo de maturação do vinho. É na maturação que as barricas têm o poder de agregar características positivas que arredondam o vinho.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags