Sete azeites de oliva gaúchos que você vai adorar conhecer

December 16, 2019

 

 

Ele vai bem na salada, na pizza, na bruschetta, no risoto e em tantos outros pratos. Até em sobremesas, você sabia? Embora o azeite – e vale destacar que azeite é de oliva, os demais são óleos - seja popular há milhares de anos, aqui no Brasil ainda é pouco consumido. A estimativa do Conselho Oleícola Internacional é de que no Brasil o consumo médio per capita ano seja de cerca de 400 ml. Pouco, mas é um produto cujo interesse dos brasileiros vem crescendo. Tanto é que a produção nacional também vem chamando a atenção. Atualmente no Brasil são mais de 6.500 hectares plantados. Até 2020 a expectativa é chegar aos 10 mil hectares plantados e até 2025 a 20 mil hectares, segundo dados do Instituto Brasileiro de Olivicultura – Ibraoliva, que é a associação que reúne toda a cadeia oleícola do Brasil. Ainda segundo a entidade, a safra de azeite de 2019 ficou em torno de 240 mil litros no Brasil, sendo, aproximadamente, 190 mil litros no RS, estado no qual a produção vem ganhando destaque, juntamente com a qualidade dos produtos. A colheita das olivas acontece entre os meses de fevereiro e março. Abaixo selecionamos sete azeites de oliva gaúchos que você deve conhecer! A maioria das empresas possui loja online! (Foto/Tatiana Cavagnolli)

 

Azeite Batalha

O Azeite Batalha é o maior produtor brasileiro de azeite de oliva. Em 2019 a empresa alcançou um recorde histórico de produção no Brasil, superando os 500.000 kg de azeitonas processadas. A fazenda está localizada na Estância Guarda Velha, situada no município de Pinheiro Machado/RS. A empresa coleciona prêmios, muito deles conquistados no exterior, como na Itália, Espanha, Inglaterra, Israel, Argentina, além do Brasil.

 

Intenso

Blend das variedades Koroneiki, Coratina, Frantoio e Manzanill.

Notas florais com percepções olfativas complexas que vão desde grama recém-cortada, ervas aromáticas (tomilho, orégano), com tomate e frutas (cítricos e melão). É apreciada a alta fluidez na boca, onde mostra uma estrutura agradável, com níveis de amargor e pimenta malagueta amarga e picante alto e persistente. Completa o perfil uma sensação de frutas secas (noz) e alcachofra no fechamento.

 

 

 

Casa Gabriel Rodrigues

A Fazenda Passo do Jacaré, propriedade rural situada em São Gabriel, RS, é da família Rodrigues da Cunha desde o final do século 18. Há mais de 40 anos, a fazenda prospera na produção de sola, arroz, extração de madeira e na ovinocultura. O local também é destinado ao cultivo de oliveiras, dando vazão a mais uma paixão da família: o azeite extravirgem. O nome Casa Gabriel Rodrigues remete ao bisavô de Marco, que se chamava Gabriel José Rodrigues, neto de imigrantes portugueses açorianos e primeiro proprietário da fazenda. O nome do azeite, então, é uma homenagem ao seu legado.  Em 2019, a empresa traz ao mercado sua primeira safra comercial, um azeite elaborado com a variedade Koroneike.

 

Koroneike Casa Gabriel Rodrigues

Com 0,19% de acidez, o azeite foi elaborado com os frutos colhidos ainda verdes, resultando num produto com ainda mais aroma, sabor picante e amargo. Predominantemente herbáceo, tem toques de nozes e aroma de grama recém cortada.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Agroindústria Oliva RS

A Agroindústria Oliva RS começou a ser constituída no ano de 2015 por seu fundador e idealizador do projeto de olivicultura na Serra gaúcha, Rodrigo Sgorla. O objetivo era cultivar azeitonas e produzir azeite de oliva de excelência. A Oliva RS está localizada na região da Rota das Tropas, localidade do Capão Alto, Cazuza Ferreira, São Francisco de Paula, Rio Grande do Sul. A produção teve início em 2019 com o lançamento do Azeite de Oliva Extra Virgem La Pataca.

 

Azeite de Oliva Extra Virgem La Pataca

O Azeite de Oliva Extra Virgem La Pataca, safra 2019, é o primeiro azeite de oliva registrado como Extra Virgem da Serra Gaúcha. É composto pelas espanholas Arbequina, Arbosana e a grega Koroneiki, resultando em um Blend frutado intenso, com equilíbrio entre picante e amargo, com aroma de grama recém cortada. Possui  0,1% de acidez. 

 

 

 

 

 

Olivas do Sul

A Olivas do Sul foi criada em 2006 na cidade de Cachoeira do Sul – RS com o objetivo de produzir em solo brasileiro um azeite extravirgem de qualidade superior.  O primeiro azeite produzido e comercializado pela empresa foi extraído em 2010 de frutas frescas das variedades Arbequina e Arbosana. Desde então, a colheita das azeitonas é feita manualmente, lavadas e processadas em menos de 12 horas. Depois da extração, o azeite é mantido em tanques de inox em ambiente climatizado à temperatura entre 16 a 18ºC até a comercialização. A grande atenção que a Olivas do Sul dedica aos seus produtos asseguram a mais alta qualidade em azeites do mercado.  A Olivas do Sul possui hoje 6 tipos de produtos: os varietais Arbequina, Arbosana, Koronieki e Coratina e também 2 blends – Blend Riserva d’Oro e Blend Oliveiras Centenárias.

 

Monovarietal Arbequina

Variedade espanhola, possui um frutado suave de características herbácea, seu aroma remete a grama fresca recém cortada e amêndoas, com notas de amargo e picante que possuem uma intensidade leve.

 

 

Prosperato

Através da Tecnoplanta, conceituada empresa no ramo de produção de mudas florestais, a Prosperato iniciou a produção de mudas de Oliveira na cidade de Barra do Ribeiro/RS, em 2011, e consequente implantação dos primeiros olivais naquela região. Com a aquisição de um olival já em produção na cidade de Caçapava do Sul/RS no ano seguinte, a empresa conseguiu adiantar nosso projeto de produção de azeite de oliva, tendo, em 2013, a primeira safra produzida e comercializada com a marca Prosperato. Neste curto período de elaboração de azeites no Brasil, a Prosperato já é conhecida por apresentar ao mercado um azeite de oliva de alta qualidade, verdadeiramente extra virgem, tendo obtido diversas premiações nacionais e internacionais.

 

Prosperato Premium

Blend das variedades Arbequina e Arbosana

Frutado maduro, com amargo e picante de leve intensidade. Sabor de frutas tropicais, com predominância de banana, maçã e especiarias. Boa harmonização com pratos mais leves, onde o azeite apenas realçará o sabor do alimento. Em garrafas de 250 mL e 500 mL. Acidez Livre: < 0,1%

Índice de Peróxidos: < 5,0 mEq O²/Kg

 

 

RAR

A RAR, de Raul Anselmo Randon, teve origem na fruticultura, com o cultivo da maçã na década de 1970. Hoje, é a terceira maior produtora e comercializadora da fruta no Brasil. Nos anos 1990, montou a primeira fábrica de queijo Tipo Grana fora da Itália lançando a marca Gran Formaggio. A RAR tem, em seu portfólio, a linha de importados com queijos e acetos italianos, presuntos e salames italianos e espanhóis, e azeites de oliva chilenos e agora seu primeiro produto brasileiro, produção própria. O azeite produzido é um assemblage com acidez inferior a 0,2%, colocando o azeite da RAR no mesmo patamar dos melhores azeites extravirgens do mundo.

 

 

Azeite de oliva extravirgem assemblage RAR Nossa Senhora da Oliveira

Azeite de Oliva Extra Virgem Nacional, com azeitonas cultivadas nos Campos de Cima da Serra Gaúcha. Acidez de 0,2.  Embalagem de 500ml.

O Azeite de Oliva extravirgem RAR gourmet é um assemblage de diversas variedade. O nome é uma homenagem à Catedral Nossa Senhora da Oliveira, que é a padroeira da cidade de Vacaria. A imagem foi encontrada em Vacaria no ano de 1750. Até hoje não se sabe se a imagem foi esquecida por alguma caravana de tropeiros que por lá passou ou se foi uma legitima aparição divina.

 

 

Verde Louro

É na Fazenda Mato Grande, na cidade de Canguçu, no Rio Grande do Sul, que há anos crescem sob o sol dos pampas as oliveiras que são origem ao azeite Verde Louro.

As mudas foram plantadas seguindo rigorosos critérios técnicos e seu crescimento é acompanhado de perto por profissionais especializados. A região privilegiada de clima subtropical e com baixos níveis de chuva durante o ano, combinada as propriedades especiais do solo, tornam o local ideal para o plantio de oliveiras de elevada qualidade. Neste lugar exclusivo e envolto por toda esta atmosfera de cuidado e atenção, que se cultiva um sonho: produzir um azeite de oliva extravirgem 100% brasileiro com a qualidade dos melhores azeites do mundo.

 

Azeite Extra Virgem Koroneiki

Azeite de frutado verde médio com notas essências florais e herbáceas. O azeite Koroneiki da safra 2018 apresenta grande complexidade que pode ser percebida em aromas de mel, aniz, pimenta verde, frutas maduras e verdes. Sua entrada em boca é harmoniosa e elegante envolvendo o paladar com agradáveis e sutis sabores de aniz, ervas, frutos secos. Com muito equilíbrio entre amargos e picantes, sua intensidade e persistência e sabor marcantes tornam esse azeite especial.

Acidez: 0,2%

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo