Saca-rolhas: ferramenta indispensável



Flávia R. Busetti

@flaviarbusetti

Um item indispensável na vida de qualquer enófilo e sommelier é o saca-rolhas. E a cada dia o apetrecho vem se tornando um item com mais detalhes, com aplicação de pedras preciosas, ou banhado em ouro, por exemplo. Hoje, o mais conhecido é o tipo Sommelier ou Garçom, com dois estágios que facilitam a retirada da rolha, mesmo as mais compridas, com o mínimo do esforço.

Mas se agora temos essa facilidade ao abrir os vinhos, e tantos modelos disponíveis, é porque em meados do século 17 a comercialização da bebida em garrafas de vidro tampados com rolha de cortiça fizeram com que eles fossem inventados. Por volta de 1681, Jhon Worlidge cita o saca rolhas comum, aquele com apenas a espiral em “o tratado da Sidra”. Em 1882. o alemão Karl Wienke lançou o modelo com a alavanca, muito parecido com o modelo que é o mais utilizado hoje em dia.

Com tantos modelos diferentes fica difícil saber qual escolher ou qual é o mais fácil de manusear. Todos eles possuem a mesma finalidade, abrir a tão querida garrafa de vinho. Alguns trazem certa facilidade, como os elétricos, onde você apenas insere o saca-rolhas e apertando o botão ele retira facilmente a rolha. Outro modelo que traz muita facilidade é o a vácuo, que funciona como uma bombinha, e a pressão expele a rolha da garrafa.

Entre cerca de 300 patentes desse acessório temos o modelo pinça, também conhecido como Butler’s Thief. Como as hastes de metal são inseridas pelos lados da rolha, isso faz com que a rolha fique intacta sem furos ou sem se despedaçar no processo. Este modelo é muito usado para vinhos mais antigos, pois as rolhas estão mais desgastadas e podem se quebrar facilmente com a inserção do modelo convencional. Como utilizar ele?

• Retirar o invólucro da garrafa com a ajuda de uma “faca”

• Colocar o lado da haste maior entre o gargalo e a rolha, e após colocar a outra parte.

• Fazer um movimento de vai e vem, delicadamente, até chegar no final do saca-rolhas,

• puxar ele rosqueando o mesmo.

• Prontinho! Seu vinho esta pronto para degustar


Já no modelo dois estágios o serviço de abrir o vinho é menos complexo. Neste saca- rolhas temos uma faquinha, a espiral e também a alavanca 02 estágios.

• abrir a faquinha, posicionar próximo ao gargalo, e retirar o invólucro dando uma volta na garrafa. Tente movimentar a garrafa o mínimo possível.


• Limpar o topo do gargalo com um pano limpo para retirar possíveis resíduos.

• Inserir a espiral na rolha até a última volta.


• Apoiar o primeiro estágio da alavanca sobre o gargalo e retirar até a metade da rolha;


• voltar e apoiar o segundo estágio no gargalo e retirar a rolha



• Pronto! Vinho aberto a postos para degustar.

Segue o truque: apoie sempre o dedão no meio da alavanca para que fique mais fácil, pois ela pode deslizar facilmente. Opte por um saca rolhas com espiral em teflon que facilitará o processo, pois desliza mais facilmente na rolha.

Outro modelo que vem ganhando destaque no mundo enológico é o The Durand, um saca-rolhas que mixa o modelo pinça com o espiral. Isso porque em vinhos mais velhos a rolha pode estar tão degradada que o pinça simplesmente não faz o melhor trabalho. Quem desenvolveu esse instrumento foi Mark Taylor, um colecionador de vinhos, para abrir seus vinhos extremamente envelhecidos. Ele é composto por duas partes, uma com o espiral e a outra com a pinça, vamos ver como utilizá-lo?

• Retirar o invólucro da garrafa com a ajuda de uma faca e limpar o gargalo

• Colocar a parte do espiral, inserindo cuidadosamente na rolha até o final

• Após, colocar a parte de pinça entre o gargalo e a rolha, começando pela haste mais comprida, e ir cuidadosamente, empurrando-o de um lado ao outro, até as duas partes de juntarem.

• Tirar as duas partes juntas, segure na parte de baixo e retire girando devagar até a rolha sair.




Imagem retirada de: https://thedurand.com/how-to-use-the-durand/


Entre tantos modelos, temos que escolher qual se adapta melhor aos vinhos que temos em nossa adega ou ter todos, pois saca rolhas nunca é demais para quem ama vinhos!

Crédito da foto de abre deste post: conchaytoro.com



Endereço

Rua Adão Mambrini, 58

Flores da Cunha, RS

CEP 95270-000

Entre em Contato

54 9 8117 0211 (whats)

portal@bonvivant.com.br

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
Atendimento

Segunda a Sexta:

9h - 18h